DE CERTEZA QUE DEUS RESPONDE ÀS NOSSAS ORAÇÕES?

“E esta é a confiança que temos Nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a Sua vontade, Ele nos ouve. E, se sabemos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que Lhe fizemos.” 1 João 5:14,15

A confiança é parte integrante da fé, da nossa fé em Deus. As razões que nos levam diariamente a nos dirigirmos a Deus são imensas. Fomos criados para ter comunhão com Ele, e nem sempre essa comunhão deve estar cimentada nas coisas que precisamos Dele, mas na necessidade simples de estarmos perto do Seu coração.

Andar na Sua presença é a maior bênção que o homem mortal pode desfrutar já nesta vida. Nas nossas necessidades pessoais, familiares ou dos que nos rodeiam, levam-nos buscá-Lo, na certaza de que somos ouvidos e que somos atendidos, não nos nossos caprichos, mas aos pedidos que são feitos de acordo com a Sua vontade.

Aqui temos que aprender a ser desprendidos e a perceber que mais importante do que aquilo que queremos, deve haver o desejo de que a Sua soberana vontade seja feita em nós, através mesmo das orações que Lhe dirigimos. É importante que leiamos bem a Palavra, para que não demos a entender que ela diz o que não diz.

Deus sempre está disponível para nos ouvir, mas não há garante de que todas as nossas orações sejam atendidas, mas aquelas que fazemos de acordo com a Sua vontade. Não quer dizer com isto que não devamos orar com confiança, mas que o façamos sabendo o que estamos a dizer, e acima disso, a Quem o estamos a dizer.

Há uma passagem da Escritura no segundo livro de Reis, e que diz respeito a Ezequias. Este adoeceu, e Deus enviou um servo Seu para que lhe dizer que ele arrumasse a sua casa, porque morreria e não viveria. Não foi a “sentença” de um médico, mas de Deus que tudo sabe e conhece.

Deus mostrou ao Seu servo, que reinava sobre o Seu povo, o que ele deveria fazer. Claro que nada nos impede de solicitar o seu favor, e que o Deus misericordioso nos cure e, se possível, nos acrescente mais alguns dias ou até mesmo anos de vida.

“…Se pedirmos alguma coisa, segundo a Sua vontade, Ele nos ouve.”

Deus estava na posse de “todos os dados” e sabia que a enfermidade que o fez adoecer o levaria à morte. Então levou-lhe alguém para o aconselhar a preparar-se, não para o pior, (porque a morte para os seus santos não é o pior, mas o passo seguinte, a uma vida mais plena e gozosa na Sua presença), mas Ezequias, não se conformou com isso e orou a Deus.

“Naqueles dias, adoeceu Ezequias de morte; e o profeta Isaías, filho de Amoz, veio a ele e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Ordena a tua casa, porque morrerás e não viverás. Então, virou o rosto para a parede e orou ao SENHOR, dizendo: Ah! SENHOR! Sê servido de Te lembrar de que andei diante de Ti em verdade e com o coração perfeito e fiz o que era reto aos Teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo.” 2 Reis 20:1-3

E estava Ezequias ainda a orar, e Deus já estava a diligenciar o seu livramento.

“Sucedeu, pois, que, não havendo Isaías ainda saído do meio do pátio, veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Volta e dize a Ezequias, chefe do meu povo: Assim diz o SENHOR, Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que eu te sararei; ao terceiro dia subirás à Casa do SENHOR. E acrescentarei aos teus dias quinze anos e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e ampararei esta cidade POR AMOR DE MIM e por AMOR DE DAVID, Meu Servo.”  2 Reis 20:4-6

Deus concedeu mais um tempo de vida ao rei, não pelas suas excelentes qualidades, que temos que confessar, não deixam de ser desafios para quem quer andar com Deus, Deus fê-lo por elas, mas ainda por duas razões muitíssimo especiais: “…Eu te livrarei, a ti e a esta cidade; e ampararei esta cidade por amor de mim e por amor de David,” v.6

Foi feita a oração do rei de acordo com a vontade de Deus? Porque não aceitou o rei a palavra do profeta de Deus que lhe foi enviado?
Há muitas perguntas para as quais somos capazes de não encontrar resposta, mas de uma coisa podemos estar certos, Deus se faz algo por nós e em nós, não tem a ver com aqulquer merecimento humano. A expressão do verso 6 é de uma riqueza espiritual transcendente. Deus faz por amor Dele e neste caso específico por amor também de seu servo David!

Lembrem-se do Salmo 23! “O SENHOR é o meu Pastor; nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Refrigera a minha alma; GUIA-ME PELAS VEREDAS DA JUSTIÇA POR AMOR DO SEU NOME.

Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR por longos dias.”

Deus curou Ezequias, mas o que aconteceu posteriormente à sua cura, serve como uma maravilhosa reflexão sobre a sua e a nossa vida. Se tivermos que pedir alguma coisa a Deus que o saibamos fazer de acordo com a Sua vontade, e não de acordo com o que na altura nos parece melhor. Estejamos dispostos a viver desprendidos das nossas coisas, para abraçar o inteiro propósito e plano de Deus para nós, que, sem qualquer dúvida, é sempre melhor do que qualquer escolha nossa.

Deus curou Ezequias, mas o que aconteceu posteriormente à sua cura, serve como uma maravilhosa reflexão sobre a sua e a nossa vida. Se tivermos que pedir alguma coisa a Deus que o saibamos fazer de acordo com a Sua vontade, e não de acordo com o que na altura nos parece melhor. Estejamos dispostos a viver desprendidos das nossas coisas, para abraçar o inteiro propósito e plano de Deus para nós, que, sem qualquer dúvida, é sempre melhor do que qualquer escolha nossa.

J.F.


Posted in
Tagged with , , , ,

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags

APRESENTAR BLOG Bíblia COVID-19 Deus Israel Jerusalem Miguel Diez SACRIFICIO aflição aliança evangelica alma amizade amor de Deus amor ansiedade anunciar aperfeiçoar apoio social armadura de Deus atitudes atleta barro bem biblia boas novas boas perspectivas caminho campanhas cansados compromisso comunidade confiança confiar conhecer consolo convivio coração coronavirus corpo do messias crer crianças órfãs crise cristo cristãos cruz cuerpo de cristo cuidar cura decisão descanso destino deus cuida de nós direção discípulo divino doença enfermidade escolha espirito santo eternidade eutanásia evangelho fariseus feliz fe filho de Deus fortaleza higiene homem de dores homem hora humano iccm sintra iccm idolos igreja inauguração iccm sintra indiferença iniquidade interceder inverno jesus jovens cristãos jovens iccm loucura poder de Deus luis santos mais que vencedores mal marcha por jesus medo mensagem mente mestre missões morte moçambique natal nomes Deus noticias nova vida novo ano não obediencia oleiro oração pac palavra pascoa pastores iccm pecado perfeitos pergunta perseguição poder portugal para jesus pregar prevenção covid19 procurar promessas prudente que será quem sou reflexão refugio rejeição remarportugal remar ressurreição retiro esther reunião ministerial sabedoria saber viver salvação sarado sedento sefarad israel semana santa servir sim sobreviventes socorro sofrimento stream tempestades tristeza valor vencedores venho avisar verdade verão vida vigilia youth for christ