MAIS QUE FELIZES

“Eis que temos por bem-aventurados (mais que felizes) os que sofreram. Ouvistes qual foi a paciência de Job e vistes o fim que o Senhor lhe deu; porque o Senhor é muito misericordioso e piedoso.” Tiago 5:11

Se nos limitarmos a ler somente estas palavras, e, não tivermos qualquer conhecimento sobre quem se trata e do seu caminhar, o que podemos aprender e apreender é muito pouco. Por isso torna-se necessário ler sobre a vida deste personagem bíblico muito popular.

Logo de início somos surpreendidos, “Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Job; e este era homem sincero, reto e temente a Deus; e desviava-se do mal.” Job 1:1

Estas palavras não são exageradas em nada, Job era mesmo assim e Deus testemunhou dele: “E disse o SENHOR a Satanás: Observaste tu o Meu servo Job? Porque ninguém há na Terra semelhante a ele, homem sincero, e reto, e temente a Deus, e desviando-se do mal.” Job 1:8

Se ficássemos por aqui, sem sabermos mais nada, já teríamos muito que pensar sobre Job. Não é fácil encontrar gente com um perfil destes. Este homem existiu e era distinto. Deus não bajula ninguém. Deus sabe quem somos e como somos. E o testemunho que pode dar de nós, pode ser muito diferente do que pensamos sobre nós mesmos e daquilo que é opinião dos homens a nosso respeito…

Mas, de repente, Job é sujeito a informações que provavelmente deixariam qualquer um de nós em desespero, mas a forma como ele os encarou, surpreende-nos.

“E sucedeu um dia, em que seus filhos e suas filhas comiam e bebiam vinho na casa do seu irmão primogénito, que veio um mensageiro a Jó e lhe disse: OS BOIS LAVRAVAM, E AS JUMENTAS PASCIAM JUNTO A ELES; E EIS QUE DERAM SOBRE ELES OS SABEUS, E OS TOMARAM, E AOS MOÇOS FERIRAM AO FIO DA ESPADA; e eu somente escapei, para te trazer a nova. Estando este ainda falando, veio outro e disse: FOGO DE DEUS CAIU DO CÉU, E QUEIMOU AS OVELHAS E OS MOÇOS, E OS CONSUMIU; e só eu escapei, para te trazer a nova. 

Estando ainda este falando, veio outro e disse: ORDENANDO OS CALDEUS TRÊS BANDOS, DERAM SOBRE OS CAMELOS, E OS TOMARAM, E AOS MOÇOS FERIRAM AO FIO DA ESPADA; e só eu escapei, para te trazer a nova. Estando ainda este falando veio outro e disse: ESTANDO TEUS FILHOS E TUAS FILHAS COMENDO E BEBENDO VINHO, EM CASA DE SEU IRMÃO PRIMOGÉNITO, EIS QUE UM GRANDE VENTO SOBREVEIO DALÉM DO DESERTO, E DEU NOS QUATRO CANTOS DA CASA, A QUAL CAIU SOBRE OS JOVENS, E MORRERAM; e só eu escapei, para te trazer a nova.” Job 1:13-19

Perguntamos como é que estas coisas acontecem a alguém como este homem? 
E como conseguiu ele sobreviver perante tão grande calamidade?
A resposta a esta e a outras perguntas não se fazem esperar. Encontramo-las nas páginas deste livro:

“Então, Job se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou, e disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o SENHOR o deu e o SENHOR o tomou; Bendito seja o nome do SENHOR. Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.” Job 1:20-22

Tendo em conta tudo o que ele acabava de perder, a sua atitude está em perfeita consonância com o seu caráter. O pior lhe veio, quando se viu privado da sua saúde.

“Então, saiu Satanás da presença do SENHOR e feriu a Jó de uma chaga maligna, desde a planta do pé até ao alto da cabeça. E Jó, tomando um pedaço de telha para raspar com ele as feridas, assentou-se no meio da cinza.” Job 2:7-8

De um momento para o outro este homem perdeu todos os seus filhos, bens e a sua saúde, mas não perdeu nem a sua integridade, nem a sua confiança em Deus. Podemos dizer com toda a segurança que Deus também não perdeu a confiança que depositou neste seu filho.

Provavelmente nem todos estamos a um nível espiritual tão elevado quanto este servo de Deus. Porém Deus conhece a nossa estrutura e capacidade de sofrimento. O que Deus permite que venha à nossa vida deve ser encarado como tendo objetivos que nós não somos capazes de entender, mas que Deus sabe e pode, a seu tempo, revelar-nos.

Parecem-nos contraditórias as palavras de Tiago: “Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram.”

Até os podemos ter como bem-aventurados, como muito felizes os que sofreram. Parece-nos que o sofrimento não tem nada a ver com o ser muito feliz. E até é verdade, se olharmos bem para as coisas e se nos concentrarmos nelas. Mas é bom pensarmos que tudo está debaixo do controlo e da soberana vontade de Deus para a nossa vida e que Ele é “…o Senhor e é muito misericordioso e piedoso.”

Foi nesta sua condição de sofrimento que Job recebeu das mais lindas revelações do seu e do nosso Deus. Pensemos que em tudo o que nos acontece, a boa mão de Deus nos está sustentado e nos fortalecendo. À medida que vamos avançando e vendo o desenrolar de tudo o que esteve a acontecer com Job, apercebemo-nos de que a sua integridade e confiança manteve-se inalterável e as suas confissões nos animam e encorajam nas dificuldades que também somos chamados a passar.

Apesar das suas dificuldades, Job faz declarações que provavelmente noutra situação que não esta, não as faria. Ora veja:

“Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a Terra. E depois de consumida a minha pele, ainda em minha carne verei a Deus. Vê-lo-ei por mim mesmo, e os meus olhos, e não outros, o verão; e, por isso, o meu coração se consome dentro de mim.” Job 19:25-27

“Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos. Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza.” Job 42:5-6

E ao entrarmos neste final de livro, todas as nossas razões, pensamentos, ilações caem por terra, e as perguntas deixam de fazer qualquer sentido. Tiago usa a expressão: “…vistes o fim que o Senhor lhe deu…”
Significa isto que Deus não se tinha esquecido de Job, nem dele, nem de ti ou de mim.
E Deus tinha preparado para o seu Servo fiel, grandes coisas.

“E o SENHOR VIROU o cativeiro de Job, quando orava pelos seus amigos; e o SENHOR acrescentou a Jó outro tanto em dobro a tudo quanto dantes possuía. Então, vieram a ele todos os seus irmãos e todas as suas irmãs e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele pão em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram de todo o mal que o SENHOR lhe havia enviado;
 
E cada um deles lhe deu uma peça de dinheiro, e cada um, um pendente de ouro. E, assim, abençoou o SENHOR o último estado de Jó, mais do que o primeiro; porque teve catorze mil ovelhas, e seis mil camelos, e mil juntas de bois, e mil jumentas. Também teve sete filhos e três filhas. E chamou o nome da primeira, Jemima, e o nome da outra, Quezia, e o nome da terceira, Quéren-Hapuque. E em toda a terra não se acharam mulheres tão formosas como as filhas de Jó; e seu pai lhes deu herança entre seus irmãos.


E, depois disto, viveu Jó cento e quarenta anos; e viu a seus filhos e aos filhos de seus filhos, até à quarta geração. Então, morreu Jó, velho e farto de dias.” Job 42:10-17

Sermos fiéis e pacientes é o que Deus espera dos seus filhos e filhas, e na Sua muita misericórdia e piedade, Deus ainda está disposto a abençoar-nos. Lembro as palavras de Jesus numa parábola que ao longo dos milénios, tem consolado o coração de muitos dos seus filhos.

“Bem-aventurado o varão que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.” Tiago 1:12
 
J.F.

Posted in
Tagged with , , , ,

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags

APRESENTAR BLOG Bíblia COVID-19 Deus Israel Jerusalem Miguel Diez SACRIFICIO aflição aliança evangelica alma amizade amor de Deus amor ansiedade anunciar aperfeiçoar apoio social armadura de Deus atitudes atleta barro bem biblia boas novas boas perspectivas caminho campanhas cansados compromisso comunidade confiança confiar conhecer consolo convivio coração coronavirus corpo do messias crer crianças órfãs crise cristo cristãos cruz cuerpo de cristo cuidar cura decisão descanso destino deus cuida de nós direção discípulo divino doença enfermidade escolha espirito santo eternidade eutanásia evangelho fariseus feliz fe filho de Deus fortaleza higiene homem de dores homem hora humano iccm sintra iccm idolos igreja inauguração iccm sintra indiferença iniquidade interceder inverno jesus jovens cristãos jovens iccm loucura poder de Deus luis santos mais que vencedores mal marcha por jesus medo mensagem mente mestre missões morte moçambique natal nomes Deus noticias nova vida novo ano não obediencia oleiro oração pac palavra pascoa pastores iccm pecado perfeitos pergunta perseguição poder portugal para jesus pregar prevenção covid19 procurar promessas prudente que será quem sou reflexão refugio rejeição remarportugal remar ressurreição retiro esther reunião ministerial sabedoria saber viver salvação sarado sedento sefarad israel semana santa servir sim sobreviventes socorro sofrimento stream tempestades tristeza valor vencedores venho avisar verdade verão vida vigilia youth for christ