ÍDOLOS? PORQUE NÃO?

A tendência de uma Humanidade sem Deus, é fazer ídolos para si conforme os seus desejos. O homem gosta de idolatrar na sua carnalidade, porque sente prazer em admirar e até pagar para ver algo excêntrico, natural ou sobrenaturalmente, a acontecer na sua própria vida ou ao seu redor. Os ídolos também são usados pelos homens para uma suposta libertação dos seus medos, sofrimentos, e até para satisfação das suas próprias cobiças e ganâncias. Nessa ânsia, a Humanidade cai em erros, trangressões, pecados, iniquidades e por fim, morte eterna.

A Bíblia alerta-nos a fugirmos dos ídolos.  

Esta não é uma situação inédita nos escritos do apóstolo Paulo, quando ele escreve aos crentes de Corinto, mencionando a necessidade de eles não ignorarem os dons espirituais que estavam à sua disposição numa nova vida através da salvação em Jesus Cristo. No entanto, recorda-lhes o seguinte: “Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados…” 1 Coríntios 12:2.

Mas agora aquele povo tinha deixado os ídolos para seguirem Jesus Cristo!

E na sua segunda Carta, Paulo coloca-lhes a seguinte questão: “E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei e entre eles andarei; e Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo.” 2 Coríntios 6:16

Servir a ídolos, que não passam disso mesmo, ídolos, objetos endeusados falsamente pelos homens e utilizados por Satanás para roubarem a adoração devida ao Deus Criador dos Céus e da Terra, (que quer ser adorado e não idolatrado), acarreta grandes maldições.

Era natural para os povos que não conheciam a Deus, terem os seus próprios deuses ou ídolos, mas a genuína conversão a Deus leva-nos decididamente a abandoná-los. Alguém disse, “Por detrás de cada ídolo, há um demónio”, porque dadas as suas caraterísticas, aquilo que o homem levanta, nada pode fazer de bem por aqueles que se chegam a eles.

As desejadas “ajudas temporárias” ou compra de amuletos são à base de enganos e mentiras que depressa enredam os seus utilizadores. Uma mentalidade cega vicia-se e escraviza-se cada vez mais. Por isso o apelo de Deus é que o homem deixe as trevas e venha para a Sua maravilhosa luz. Jesus Cristo é o Senhor que nos salva, cura e liberta, pela Sua Graça.

Para servir a Deus e abandonar os ídolos, é preciso que o homem se achegue a Deus e conheça Quem Ele é e o que Ele diz, obedecendo à Sua vontade. É cada vez mais necessário sermos bem definidos e decidirmos a quem servimos. Josué, o sucessor de Moisés, definiu-se perante o povo hebraico dizendo.

“Escolham hoje a quem querem servir… Eu e a minha casa serviremos ao Senhor.” Josué 24:15.

Muitos de nós já temos uma experiência e uma consciência esclarecida do que fomos numa vida sem Deus, e daquilo que a Graça de Deus fez nas nossas vidas.

O Evangelista João narra uma história no capítulo 9 do seu Evangelho sobre um homem que era cego de nascença a quem Jesus curou aquando o seu ministério terreno.

“Diziam-lhe, pois: Como se te abriram os olhos? Ele respondeu e disse-lhes: O homem chamado Jesus fez lodo, e untou-me os olhos, e disse-me: Vai ao tanque de Siloé e lava-te. Então, fui, e lavei-me, e vi.” V.10,11.“Chamaram, pois, pela segunda vez o homem que tinha sido cego e disseram-lhe: Dá glória a Deus; nós sabemos que esse homem é pecador.
 
Respondeu ele, pois, e disse: Se é pecador, não sei; uma coisa sei, e é que, HAVENDO EU SIDO CEGO, AGORA VEJO.
E tornaram a dizer-lhe: Que te fez Ele? Como te abriu os olhos?
Respondeu-lhes: Já vo-lo disse e não ouvistes; para que o quereis tornar a ouvir? Quereis vós, porventura, fazer-vos também seus discípulos? ... 
O homem respondeu e disse-lhes: Nisto, pois, está a maravilha: que vós não saibais de onde Ele é, e me abrisse os olhos.” V.24-27,30

Se já tiveste a oportunidade de experimentar na tua vida que o Senhor é benigno para contigo, compartilha com os que te rodeiam de quanta misericórdia Deus teve de ti. Serve-O, honrando-O com a tua própria vida. E não caias na tentação de dar a glória que é devida a Deus, a outrem. Isso desagrada profundamente a Deus e acarreta graves consequências na tua vida.

Todo o “deus”, objeto ou propósito, diferente ao que é demandado pela Vontade e Caminho revelados por Deus no Seu Filho, é um ídolo.

Para teu bem, guarda-te dos ídolos! (1 João 5:21)
Lembra-te que nem o próprio Deus, o Senhor de tudo, quer ser “idolatrado”.
ADORA A DEUS em espírito e em verdade, e a tua vida será abençoada eternamente!

J.F.

Posted in
Tagged with , ,

Related Posts

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags