OBEDIÊNCIA É

“E disse-lhes Jeremias, o profeta: Eu vos tenho ouvido; eis que orarei ao SENHOR vosso Deus conforme as vossas palavras; e seja o que for que o SENHOR vos responder eu vo-lo declararei; não vos ocultarei uma só palavra. Então eles disseram a Jeremias: Seja o SENHOR entre nós testemunha verdadeira e fiel, não fizermos conforme toda a palavra com que te enviar a nós o SENHOR teu Deus. Seja ela boa, ou seja má, à voz do SENHOR nosso Deus, a quem te enviamos, obedeceremos, para que nos suceda bem, obedecendo à voz do SENHOR nosso Deus.” Jeremias 42:4-6
 
A obediência é dar ouvidos à manifestação ou desejo de outrem, realizando. A obediência a Deus é o supremo dever de todo o homem.

“Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.” Atos 5:29

A obediência é um composto de disposição para cumprir aquilo que nos é solicitado, reconhecimento da autoridade daquele que nos propõe, e o nosso desejo dessa realização.
A obediência requer disciplina. Jesus disse: “Se alguém quer vir após Mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-Me.” Lucas 9:23 

“E sede cumpridores da Palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos… Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecediço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito.” Tiago 1:22, 25
 
A nossa obediência a Deus pressupõe uma decisão pessoal e honesta do nosso coração e não uma imposição arbitrária e externa.

A Bíblia fala do primeiro rei de Israel, Saul, que se recusou a obedecer a Deus, pelos mais variados motivos, entre eles, o de perder a sua liberdade. E terminou mal. Mas em 2 Crónicas 12:7b-8, Deus promete, “... Humilharam-se, não os destruirei; antes em breve lhes darei algum socorro, para que o meu furor não se derrame sobre Jerusalém...

Porém serão seus servos; para que conheçam a diferença da minha servidão e da servidão dos reinos da terra.” Ao nos colocarmos sob o domínio de Deus, é a única maneira de sermos realmente livres! A obediência a Deus traz muitos benefícios. Consideremos alguns!
 
Primeiro. A nossa obediência abençoa os que nos rodeiam, “E em tua descendência serão benditas todas as nações da terra; porquanto obedeceste à Minha voz.” Génesis 22:18

Segundo. A nossa obediência inspira outros a obedecerem também. “Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR. Então respondeu o povo, e disse: Nunca nos aconteça que deixemos ao SENHOR para servirmos a outros deuses;” Josué 24:15,16

Terceiro. A nossa obediência faz-nos prosperar e sermos vitoriosos. “E o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir.” Deuteronómio 28:13

“Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra. Mas se recusardes, e fordes rebeldes, sereis devorados à espada; porque a boca do SENHOR o disse.” Isaías 1:19

Quarto. A nossa obediência livra-nos do pecado e das suas terríveis consequências: “Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues. E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça”. Romanos 6:17,18

Quinto. A nossa obediência faz com que sejamos cheios do Espírito Santo de Deus: “E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem.” Atos 5:32
“E, sendo Ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem;” Hebreus 5:9
 
É tão benéfico obedecer a Deus!
O ato de obediência que mais alegra o coração de Deus Pai é o começo de todo o processo de um relacionamento com Ele!
 
“A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Porque a Escritura diz: Todo aquele que Nele crer não será confundido. Porquanto não há diferença entre judeu e grego; porque um mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo.” Romanos 10:9-13

Ser obediente ou desobediente depende de cada ser humano ao se encontrar com a Verdade. Isso está exemplificado nesta Parábola de Jesus.
 
“Mas, que vos parece? Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha. Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi. E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi. Qual dos dois fez a vontade do pai? Disseram-lhe eles: O primeiro. Disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus.”
Mateus 21:28-31

O primeiro filho não estava disposto a ir, em obediência ao pai. Recusou-se a fazê-lo, mas depois mudou de atitude e foi.
O segundo mostrou-se logo disposto a fazê-lo, mas acabou por não ir…
Aqui fica a manifesto o contraste entre o que se diz e o que se faz. Mas o importante é obedecermos a vontade do Pai e a realizarmos. Jamais serão apenas palavras que revelarão o nosso comportamento, mas as nossas atitudes e ações…

Jamais seremos capazes de julgar os comportamentos dos outros, se nem soubermos lidar com os nossos… Aquele que considerou em não fazer o que lhe estava a ser pedido, acabou por ir trabalhar para a vinha do seu pai.
Deus chama-te! Aquilo que é o teu dom e a tua função, ninguém a vai cumprir. Deus continua a trabalhar, a aperfeiçoar e a completar a Sua Obra em ti e nos demais, mas importa obedecer!
 
O progresso foi e será sempre pessoal e coletivo.

O apóstolo Pedro aconselha-nos, “Deixando toda a malícia, e todo o engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações, desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele, vades crescendo, se é que provastes que o Senhor é benigno”. Isto é crescer espiritualmente no plano pessoal.

E chegando-vos para Ele, Pedra Viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” Isto é crescimento coletivo, como Igreja de Jesus, da qual já fomos chamados por Deus para fazer parte, como pedras vivas.

Quem és, e onde tu estás, és o escolhido ou escolhida de Deus para cumprires o Seu propósito, onde outros não alcançarão. Está em causa, a ti, a tua família, a cidade, o país onde habitas, o mundo onde vives!

Escolhe obedecer!
J.F.

Related Posts

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags