QUANDO DEIXAREMOS AS ESCUSAS?

QUANDO DEIXAREMOS AS ESCUSAS?

“E todos à uma começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei
um campo, e importa ir vê-lo; rogo-te que me hajas por escusado. E outro
disse: Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-los; rogo-te que
me hajas por escusado. E outro disse: Casei, e portanto não posso ir.”
Lucas 14:18-20.


Quando não estamos dispostos a fazer aquilo que nos é imposto pela Palavra
de Deus, regra geral, arranjamos desculpas. No caso mencionado, três são as
desculpas apresentadas para NÃO IREM às bodas às quais estavam
convidados.
“Os porquês” são sempre a falta de interesse por colocar o reino de Deus num
primeiro plano, ou por ignorância ou como fruto pernicioso do egoísmo…
Certo dia, um jovem aproximou-se de Jesus para saber o que poderia fazer
para herdar a vida eterna.

“E, pondo-se a caminho, correu para ele um homem, o qual se ajoelhou
diante dele e lhe perguntou: Bom Mestre, que farei para herdar a vida
eterna? E Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom
senão um, que é Deus. Tu sabes os mandamentos: Não adulterarás; não
matarás; não furtarás; não dirás falsos testemunhos; não defraudarás
alguém; honra a teu pai e a tua mãe. Ele, porém, respondendo, lhe disse:
Mestre, tudo isso guardei desde a minha mocidade. E Jesus, olhando
para ele, o amou e lhe disse: Falta-te uma coisa: vai, e vende tudo quanto
tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem e segue-me.
Mas ele, contrariado com essa palavra, retirou-se triste, porque possuía
muitas propriedades.” Marcos 10:17-22


Jesus falou-lhe dos Dez Mandamentos da Lei de Deus: “Não adulterarás, não
matarás, não furtarás…” Jesus amou-o pela sua sinceridade ao dizer que já
tudo isso tinha cumprido. Mas quando Jesus lhe disse frontalmente que lhe
faltava UMA COISA… era o tempo de lhe expor o SIM de Deus. “VAI e VENDE
tudo quanto tens, DÁ aos pobres e terás um tesouro no céu. E VEM e SEGUE-
ME!”.

Mas nesse momento em que o jovem teria de decidir pelo SIM, não estava
disposto a comprometer-se, porque não estava disposto a abrir mão dos bens
que “lhe pertenciam”. O jovem nem sequer respondeu a Jesus. Simplesmente
voltou-Lhe as costas e retirou-se…

Estes são alguns dos exemplos que encontramos nas Escrituras, mas é muito
comum ouvirmos outras desculpas ou “escusas” no que se refere aos assuntos
espirituais...

Jamais teremos desculpas válidas para NÃO ACEITARMOS aquilo que Deus
desde a eternidade planeou para nós!
As desculpas mais comuns são:

“Essas coisas não são para mim”
“Jesus veio para o que era Seu, e os Seus não o receberam. Mas a todos
quantos O receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus:
aos que creem no Seu nome.” João 1:11,12
“Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.”
Lucas 19:10


“Sou velho demais para essas coisas”
“Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho?
Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?” João
3:4

“Tenho que deixar muitas coisas…”
“Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra,
não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto. Quem ama a sua
vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a
vida eterna.” João 12:24,25


As escusas não deixam de ser desculpas mesmo que haja algo de razoável
nelas. Desculpamo-nos com o que vemos e sabemos, mas isso poder ser um
impedimento para desfrutarmos das coisas que Deus tem para nós. É tempo
de rejeitarmos as desculpas e de humildemente avançarmos para os braços de
Deus que nos quer abençoar, dar uma nova vida que servirá de bênção para
muitos outros e glória para Ele.

Cada um é responsável pessoalmente pela sua maneira de lidar com Deus e
com os assuntos do Seu Reino.
Uma história que nos mostra que havia alguém que “tinha bons motivos” para
se manter na situação em que estava, era o filho mais novo da história do Filho
Pródigo, que abandonou a casa do pai para ir viver a sua própria vida. Mas
vemos também a sua coragem e determinação de voltar para os braços do pai,
depois que considerou sincera e honestamente os seus caminhos.
Faz como este homem e põe as escusas de lado!

“Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o
céu e perante ti. Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me
como um dos teus trabalhadores. E, levantando-se, foi para seu pai; e,
quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima
compaixão, e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço, e o beijou.” Lucas
15:18-20


É tempo de abandonares as tuas “fracas” desculpas e te voltares com sujeição
para o Deus amoroso que está a cuidar de ti, (mesmo sem te aperceberes
muitas vezes). Ele é Fiel e um dia vem buscar os Seus fiéis para morarem para
sempre com Ele. Que nesse número estejas tu também…

J.F.
Tagged with , ,

Related Posts

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags