Consolo! É Preciso Consolo Divino!

O Consolador Espírito Santo é o Espírito de Jesus que está connosco, fica connosco, habita connosco. Não é preciso muita teologia para perceber estas palavras tão enriquecedoras. Jesus disse: “Não vos deixarei órfãos.” V.18

“Ser órfão”, é “sentir a dureza de se sentir só”. Somente a sabe descrever quem o experimenta. Há carências afetivas... Quem vai ajudar nos seus medos? Um órfão precisa de ser curado das suas marcas emotivas, com amor e com consolo...

Orfandade é símbolo de infelicidade. O Consolador é aquele que fará com que aquilo que pensamos fazer-nos falta, não nos fará falta nenhuma. “Mas aquele CONSOLADOR, o Espírito Santo, que o Pai enviará em Meu Nome, vos ENSINARÁ todas as coisas e vos fará LEMBRAR de tudo quanto vos tenho dito.” João 14:26

O Espírito Santo realiza essa obra SOBRENATURAL no coração do homem. Nenhum homem, por si só, está capacitado para fazer este trabalho. É Deus, através da pessoa do Espírito Santo.
“Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei-de enviar, aquele Espírito da verdade, que procede do Pai, testificará de mim.” João 15:26

“Todavia, digo-vos a Verdade: que vos convém que Eu vá, porque, se Eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se Eu for, enviar-vo-lo-ei. E, quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo: Do pecado, porque não creem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; e do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.” João 16:7-11

Jesus quer que entendamos a diferença entre “VIVER SÓ” e “TER ALGUÉM” que nos AJUDA A PROSSEGUIR no caminho de Deus.

Deus em NÓS é a vida que deve ser vivida bem, no coração de Deus. A promessa de Deus não é apenas ESTAR, mas SER connosco concedendo-nos do Seu Poder. Por isso podemos comunicar com Deus em oração. Essa é uma liberdade que Jesus Cristo nos concedeu, pois Ele é a Porta de acesso ao Trono da Graça, ao Pai de todas as Consolações. Podemos falar com Deus e falar Dele a outros. Podemos receber poder para ter Fé e crer verdadeiramente que o Seu Reino já está estabelecido, e nós somos parte integrante dele.

“Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar.“ Atos 2:39

Toda e qualquer pessoa que rende a sua vida a Deus e vem a ter conhecimento desta Promessa, e pede ao Senhor que a conceda, Ele derrama desse Poder sobre o Seu povo.
Por exemplo em Atos 4:31, lemos: “E, tendo eles orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam com ousadia a Palavra de Deus.

Se lermos todo o contexto desta passagem, ficamos a saber que este derramamento do Espírito foi resultado da oração dos Apóstolos. Pedro e João tinham sido PROIBIDOS de falar mais no Nome de Jesus. Então eles foram para o pé dos outros e oraram para que Deus lhes desse OUSADIA PARA FALAREM A SUA PALAVRA.

Não tinha passado muito tempo depois do Pentecostes, e eles já tinham sido cheios desse Poder um dia. Mas naquele tempo de perseguição da Igreja, eles oraram unânimes, e pediram a Deus para que lhes dar novamente desse Poder para testemunharem com coragem do Evangelho de Cristo. E é o mesmo que devemos fazer ao longo dos nossos dias, se verdadeiramente queremos servir a Deus.

“E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito,”
Efésios 5:18


“Digo, porém, andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne... Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.” Gálatas 5:16,25

Um outro exemplo do derramamento deste Poder foi quando o Evangelho chegou a Samaria. Como a salvação não é um fim em si mesmo, mas um abrir de portas para coisas maiores e mais sublimes, Pedro e João desceram até ali para orarem por aqueles irmãos para que também recebessem esse Poder de Deus, para que fossem batizados com o Espírito Santo.

“Os apóstolos, pois, que estavam em Jerusalém, ouvindo que Samaria recebera a Palavra de Deus, enviaram para lá Pedro e João, os quais, tendo descido, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo. (Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido, mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus.) Então, lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo.” Atos 8:14-17

“E, dizendo Pedro ainda estas palavras caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a Palavra. E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o Dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. Porque os ouviam falar em línguas e magnificar a Deus. Respondeu, então, Pedro: Pode alguém, porventura, recusar a água, para que não sejam batizados estes que também receberam, como nós, o Espírito Santo?”
Atos 10:44-47


O Livro de Atos dos Apóstolos deveria ser chamado Livro dos Atos do Espírito Santo na vida do povo de Deus. É um livro que não terminou... Pois ainda está a ser escrito e os nossos nomes e de outros que virão, estarão lá. A Obra continua mesmo que muitos vão partindo deste mundo...

Jesus disse “IDE!” e nós precisamos de continuar a ir. Mas como? Sob este Poder de Deus e em obediência à Sua vontade.
“Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ENSINANDO-AS A GUARDAR TODAS AS COISAS QUE EU VOS TENHO MANDADO...” Mateus 28:19, 20

Jamais um discípulo não pode fazer o trabalho que somente o Espírito Santo pode fazer. Um verdadeiro discípulo de Jesus, apenas coopera com Ele no objetivo de outros virem a Cristo. Saiba o que aconteceu com a decisão que você já tomou e como Deus o pode usar também no Corpo, que é a Sua Igreja, e seja Sua testemunha.

A VIDA COM CRISTO É PARA RECEBER E DAR VIDA!

O que aconteceu aos primeiros cristãos, também aconteceu com Paulo mais tarde, na altura da sua conversão.
“E, tendo comido, ficou confortado. E ESTEVE SAULO ALGUNS DIAS COM OS DISCÍPULOS QUE ESTAVAM EM DAMASCO. E LOGO, NAS SINAGOGAS, PREGAVA A JESUS, QUE ESTE ERA O FILHO DE DEUS.” Atos 9:19, 20

Não era suficiente Paulo ser aceite como mais um convertido na comunidade de Damasco. V.6: “E ele, tremendo e atónito, disse: Senhor, que queres que faça? E disse- lhe o Senhor: LEVANTA-TE E ENTRA NA CIDADE, E LÁ TE SERÁ DITO O QUE TE CONVÉM FAZER.”

A missão de um dos discípulos, chamado Ananias, foi bastante clara. O facto de Paulo estar com os discípulos, levou-o a uma experiência mais profunda do conhecimento de Jesus, e de como viver a vida cristã vivida em comunidade, em PODER. Só depois disso é que passou a pregar nas sinagogas, não mais como dantes que pregava a Lei, mas agora pregava o Evangelho da Graça de Deus, pois tinha tido um encontro pessoal e experiencial com Cristo.

No Reino de Deus, não há papéis menos ou mais importantes. Há funções que Deus, através do Seu Espírito Santo, nos leva a cumprir, e devemos fazê-las com alegria.

Filipe foi usado grandemente em Samaria. Ananias numa “tarefa simples” dada pelo Espírito Santo, realizou uma das obras mais importantes da Igreja! Nunca saberemos no que vai resultar aquilo que fazemos para o Senhor. Mas o mais importante é que cada um de nós saiba que foi chamado para SERVIR JESUS. Nem que seja apenas para testemunhar de quanta misericórdia Ele teve de nós...
J.F

Related Posts

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags