Igreja Dispersa Como Sal, Igreja Expansiva Como Luz!

“ORA, NAQUELES DIAS, CRESCENDO O NÚMERO DOS DISCÍPULOS, houve uma murmuração dos gregos contra os hebreus, porque as suas viúvas eram desprezadas no ministério quotidiano.” Atos 6:1

O que Jesus tinha mandado os Apóstolos e demais discípulos fazerem antes da Sua ascensão, era que eles FOSSEM SUAS TESTEMUNHAS, não só em Jerusalém… mas até aos confins da Terra.

Quando começou a perseguição à igreja em Jerusalém, a Bíblia diz: “Mas os que andavam dispersos iam por toda parte anunciando a Palavra.” Atos 8:4

Filipe é um caso flagrante, desta perseguição.

Em primeiro lugar, ele desceu a Samaria: “E, descendo Filipe à cidade de Samaria, lhes pregava a Cristo.” 8:5

“E o anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te e vai para a banda do Sul, ao caminho que desce de Jerusalém para Gaza, que está deserto.” 8:26

“E Filipe se achou em Azoto e, indo passando, anunciava o evangelho em todas as cidades, até que chegou a Cesareia.” 8:40

O que aconteceu com Filipe, possivelmente, aconteceu com tantos outros cujos nomes não estão mencionados nas Sagradas Escrituras, mas que estão escritos no Livro da Vida do Cordeiro. A obra em Portugal e em outros países foi iniciada desta mesma maneira. Mas hoje parece que a Igreja vive descansada e a desfrutar dos proveitos que já foram alcançados por outros. E outros pensam que não valer a pena fazer “muitas ondas”, não manifestar a sua fé.

E nesta Pandemia e noutros tempos de Calamidade, não é lógico que os pastores procurem as ovelhas que se perdem pelos seus medos e necessidades? É perigoso se não o fizerem. Muitas ovelhas podem ser surpreendidas por alguns mercenários que não se importam de ficar com o rebanho que é deixado para trás… Pobres das ovelhas que se perdem por negligência dos seus pastores!

SENDO SAL E SENDO LUZ

Vós sois o SAL da terra; e, se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta, senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens.
Vós sois a LUZ do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas, no velador, e dá luz a todos que estão na casa.


ASSIM RESPLANDEÇA A VOSSA LUZ DIANTE DOS HOMENS, para que vejam as vossas boas obras e GLORIFIQUEM O VOSSO PAI, QUE ESTÁ NOS CÉUS.” Mateus 5:13-16


Como SAL não temos um limite. Toda a Terra é o nosso chão. E o globo é grande… O sal é símbolo de tempero, de bom gosto, de equilíbrio. O que podemos fazer como sal é vastíssimo. Aplique na medida certa em tudo quanto fizer…

Não permita que por falta de ser usado como sal, perca as suas qualidades fundamentais… Quando já não servir para o que é essencial, ainda tem a possibilidade de, ao ser posto de lado, ser pisado pelos homens, fazer com que não se levante tanto pó do caminho e encegueire outros… É provável que não entendamos a razão do que Jesus disse, mas é bastante simples…

As terras na Palestina eram poeirentas, e face a isso, era natural que com o tempo seco, se levantasse muito pó. E para atenuar, era lançado o sal insípido para que cumprisse a sua função. Talvez pensemos que não é o melhor, mas ainda assim é útil, embora o ser pisado não seja nada agradável.

Quanto ao facto de sermos a LUZ do mundo, temos que colocar os nossos olhos nos luminares, no sol e na lua e nas estrelas, que embora não estejam ao nosso nível, podem ser vistos, por estarem bem visíveis.

Jesus disse que não podemos esconder uma cidade edificada sobre um monte.

Em Portugal, a cidade do Baixo Alentejo, Beja, é bem visível a quilómetros de distância, por estar edificada sobre uma colina. Como esta, há várias cidades que se evidenciam.

Jesus alertou para que a nossa luz não fosse escondida, pois é inútil, e apaga-se. Um alqueire é uma medida para cereais. Tem a ver com trabalho. Que o nosso trabalho jamais nos prive de servirmos ao Senhor… Podes ter a profissão que tiveres, e através dela podes ser uma testemunha viva do amor de Deus. E Deus em ti e através de ti, será Luz para os que te rodeiam. Outros supostos “evangelhos” falam de outros lugares onde podemos esconder a nossa luz.

Por exemplo Marcos 4:21diz o seguinte: “Vem, porventura, a candeia para ser posta debaixo do cesto ou debaixo da cama? Não vem, antes, para se colocar no velador?”

Colocar a luz debaixo da cama? Cama é símbolo de preguiça, de lazer, de repouso, de doença. Lucas também faz alusão à questão da candeia falando desta maneira: “E ninguém, acendendo uma candeia, a cobre com algum vaso ou a põe debaixo da cama; mas põe-na no velador, para que os que entram vejam a luz.” Lucas 8:16. Quando estamos a brilhar como astros neste mundo, impossível ser abafado por um vaso ou por um alqueire.

O lugar apropriado da luz na casa, é no velador, para iluminar a todos os que estão na casa! A tua família quer ver a tua luz! Mas mais ainda, essa luz é para o mundo!

E lembra-te! Quanto mais trevas ao teu redor houver, mais brilhará a nossa luz!
Deus quer que a nossa luz resplandeça diante dos homens!

A LUZ são boas obras, elas que foram preparadas de antemão para que andássemos nelas. Efésios 2:10. Deus quer ser glorificado pelos homens! E cada um daqueles que conhece e experimenta a mensagem do Evangelho na sua vida, é impossível que ninguém o conheça como discípulo de Jesus!

E é ridículo que isso aconteça nos nossos relacionamentos. Vizinhos que se encontram na igreja, e um não saber que o outro já conhecia Jesus há muito tempo... Mas isso infelizmente, isso acontece com frequência.

J.F.

Related Posts

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags