Poder! Precisamos do Poder de Deus!

Quando volto a refletir sobre a igreja de Cristo, faço-o por ter sido impactado por um homem de Deus genuíno que me falou tão convictamente sobre este assunto como verdadeira responsabilidade da Igreja. Fui constrangido a falar e a despertar aqueles que lerem este artigo sobre o objetivo de termos sido levantados por Deus para sermos Suas testemunhas!

“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há-de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra.” Atos dos Apóstolos 1:8.

Para isso precisamos do poder do Espírito Santo, e de nos deixarmos guiar por Ele como a Igreja no tempo de Atos dos Apóstolos.

Mesmo que um dia já tenhamos sido batizados com o Espírito Santo, necessitamos de viver diariamente de uma vida cheia da Sua plenitude, consagrada e obediente à Sua vontade. Precisamos desta unção, deste poder de Deus em nós.

Será que esta não será a única maneira de sermos fiéis a Deus, ao ponto de darmos a nossa vida, integralmente, e até de sermos mártires pela Causa do Evangelho? Foi Deus que nos salvou e PODE verdadeiramente salvar aqueles homens que Nele crerem! E não nos esqueçamos que esta é a vontade de Deus.

“Porque isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador, que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade.” 1 Timóteo 2:3,4

“Porque isto é bom” é uma continuidade dos dois versículos anteriores, que tem a ver com todo o tipo de oração que é feita, quer em favor das autoridades, assim como a favor de todos os homens.

Não podemos fazer o trabalho de Deus, sem Deus!
Pensamos muitas vezes que é suficiente o uso da nossa força e os nossos conhecimentos bíblicos.

Deus quer que cada pessoa se entregue incondicionalmente nas Suas mãos, dispostas a serem utilizadas no que Ele quiser, onde quiser, e debaixo das condições que Ele achar que são as melhores, para que os Seus objetivos sejam alcançados…

Sem a Presença do Espírito Santo e sem a Sua direção e Unção, nenhuma obra perdura. O que é feito na carne corrompe-se. O que é feito no Espírito permanece.

O que teria acontecido se Pedro e os outros discípulos não tivessem sido cheios do Espírito Santo, nesse dia de Pentecostes? Quais seriam os resultados?

Possivelmente não passaria de mais uma das Festas judaicas, conforme o programado pelo calendário judaico, e nada mais! Isto leva-me a pensar que muitas vezes queremos levar a cabo eventos “espirituais”, com os objetivos que nós pretendemos alcançar, mas nem sequer procuramos saber se Deus está neles, ou se os aprova.

Como religiosos, por vezes fazemos as coisas para não aparentarmos estar a relaxar ou a desleixar a obra de Deus, numa fachada ou de procurar mostrar estar “VIVO”, quando, na verdade, estamos a agir na nossa própria força, sem buscarmos a ajuda e a direção divina do Espírito Santo.

Os dons que recebemos de Deus não nos foram concedidos para fazermos a obra de Deus, e prescindir Dele! Isso é um erro gravíssimo…

Não nos podemos esquecer de que nós somos cooperadores de Deus, e não vice-versa! Deus coopera connosco quando nós estamos obedecendo à Sua vontade. Deus não está a concretizar os nossos planos ou atividades espirituais! Não! Deus quer que nós O sirvamos. Acaso queremos racionalizar a obra de Deus?

“E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram.” Marcos 16:20

“Agora, pois, ó Senhor, olha para as suas ameaças e concede aos Teus servos que falem com toda a ousadia a Tua Palavra, enquanto estendes a mão para curar, e para que se façam sinais e prodígios pelo nome do Teu santo Filho Jesus.” Atos 4:29,30

Deus não confirma o nosso trabalho ou obra, em circunstância alguma. O que Ele faz é confirmar A SUA Palavra, a Sua Vontade, a Sua Obra! A nossa parte é nos dispormos nas Suas mãos e obedecer à Sua vontade. Deus não confirma nossas “asneiras” e “más decisões”. Quando vês necessidade de fazer algo para Deus que esteja no teu coração, confirma primeiro em oração com Ele, se é isso que Deus quer de ti!

Infelizmente alguns de nós já se habituaram a viver “sozinhos”. Sabemos de cor porções da Palavra de Deus, mas será que acreditamos verdadeiramente nelas, ao ponto de lhes sermos sujeitos, incondicionalmente? O Espírito Santo pode fazer a Obra sem a nossa “ajuda”, mas Ele quer UTILIZAR-NOS, tornando-nos sensíveis a Ele pela Sua Presença constante, e revelar-nos a Sua vontade, em amor e em sabedoria…

“E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós.” João 14:16,17

J.F.

Related Posts

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags